Carta de despedida de; el Señor Jelson Amorin y el Señor Alberto Gómez, al Comité de Arbitraje de la Colpar

0
499

 

Comité Arbitraje

Guaratinguetá – SP – Brasil / Mendonza – Argentina, 30 de janeiro de 2016

Meus queridos  irmãos juízes COLPAR,

… no dia de hoje se encerra um período de quatro anos em que estivemos, eu e meu irmão Alberto Gomez Moncada, a testa do CARB COLPAR.

Para mim e Alberto, foram momentos marcantes e de muita satisfação, em que partimos do nada e chegamos até o dia de hoje, realizando, mesmo sem verbas para isso, uma série de procedimentos necessários a criação e estruturação primária do nosso Comitê de Arbitragem.

Hoje sabemos quantos somos, onde estamos, a que País pertencemos, quais nossas aptidões no esporte paraquedismo e outras tantas pequenas coisas que fazem a diferença em caso de necessidade. Estamos identificados e qualificados. Isso, entretanto,  não quer dizer que somos o supra sumo do conhecimento e da verdade, apenas conhecemos e, praticando antes dos eventos, podemos ser bons juízes e fazer a diferença necessária ao bom desenvolvimento das competições.

Este é um momento único de voltarmos a mente ao passado e revermos nossa caminhada até aqui. Momento de reflexão e de agradecimento. Primeiramente a Deus, que nos permitiu fazer o que fizemos e nos garantiu a possibilidade de fazê-lo. Em seguida ao nosso  Presidente de Honra, TOMAZ DANIL BERRIOLO, pela audácia da indicação e pela confiança em nós depositada. Ao nosso atual Presidente, pela maneira fidalga, amiga e confiante, com que nos apoiou em sua gestão de quatro anos a frente da COLPAR e, aos queridos irmãos que nos leem, por nos terem  apoiado e incentivado em todos esses anos passados, acreditem, foram quatro anos de muito trabalho, mas também, de muita satisfação.

Sobretudo, agradecemos a confiança de, mesmo passado o período previsto para a renovação, terem os irmãos nos dado sua confiança e ainda, nos confirmaram em um novo mandato a que renunciamos, por pensarmos já termos feito a nossa parte e que outros irmãos, com outras ideias, muito provavelmente melhores que a nossa, poderiam conduzir ao sucesso, o nosso Comitê.

Nem sempre agradamos a todos e certamente não fizemos tudo que queríamos, sonhavamos e desejávamos, mas, amamos a tudo que fizemos e com este amor, estabelecemos as bases de funcionamento de nossa gestão.

Em nosso trabalho, cumprimos o primário dever de dotar a COLPAR e os julgamento esportivos por ela geridos, do apoio de um Código Desportivo e Regulamentos Específicos de cada disciplina praticada em seu seio, traduzidos e adaptados a nossa realidade, como aliás, determina o próprio Código Desportivo do IPC/FAI. Paralelamente, criamos, aprovamos e aplicamos o uso de um Regimento Interno para regular e determinar na tarefa de administrar os julgamento esportivos da COLPAR.  Estes Regulamentos são atualizados a cada ano, logo após a atualização dos correlatos pela plenária do IPC/FAI, fato que normalmente ocorre ao inicio de cada ano e conforme anunciado e programado pela própria Entidade.

Resta-nos agora desejar sucesso aos que nos sucedem na tarefa de conduzir o CARB pelos próximos anos.

Irmãos Juízes, IVAN ALEJANDRO RIOS MUÑOZ e HÉCTOR ENRIQUE ULLOA VALLE, que a tarefa lhes seja, leve. feliz e prospera pelos próximos anos.

A todos um forte abraço e beijos no coração

JELSON JORGE DA ROSA AMORIM e ALBERTO GOMEZ MONCADA

Presidente e Vice Presidente demissionários do CARB COLPAR

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here